26 de set de 2011

Projeto de Literatura


LITERATURA GERA CULTURA

Este projeto foi realizado na escola envolvendo todos as séries. Onde deveriam apresentar na forma de dança, dramatização, confecção de livrinhos, poemas, entre outros.

Projeto

Tema: A contribuição das histórias para o despertar da imaginação criadora.

Introdução

Numa sociedade letrada, é praticamente impossível não entrar em contato com a leitura, mas a quantidade e a qualidade desse contato dependem das condições de vida e principalmente, da motivação da família, porém se isso não ocorre é necessário que a escola exerça esse papel.

Baseado nessa idéia, é que o presente projeto propõe o uso da sacola literária e a apresentação de histórias para os alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental, já que um grande número de alunos lê com pouca freqüência, pois ao ler ou ouvir uma obra literária a criança interage com o mundo mágico das histórias, fazendo com o que o aluno tenha prazer em ler e consiga transmitir ao outro o que leu. A intensificação dessa interação, através de procedimentos pedagógicos adequados, leva a criança a uma maior compreensão do texto e a uma compreensão mais abrangente do contexto

A literatura infantil, portanto, não pode ser utilizado apenas como um pretexto para o ensino da leitura. Para que a obra literária seja utilizada como um objeto mediador de conhecimento, ela necessita estabelecer relações entre teoria e prática, possibilitando ao professor atingir determinadas finalidades educativas. Para tanto, uma metodologia baseada em um ensino por projetos é uma das possibilidades que tem evidenciado bons resultados no ensino de língua materna.

Problema

A dificuldade dos educandos em ler, entender, criticar e criar novos textos.

Justificativa

A cada dia verifica-se que o contato com livros de literatura é fundamental no aprendizado da língua escrita e no fortalecimento do prazer de ler.

Para estimular o hábito da leitura e desenvolver a capacidade criadora nos educandos, se faz necessário desenvolver um projeto que permita aos alunos terem um contato direto com obras de literatura infantil e juvenil, e na ausência de um profissional na sala de leitura, cabe aos profissionais em educação, em especial professores e coordenadores, unir conhecimento a brincadeira ajudando as crianças a se apropriarem do conhecimento literário. Para tanto, será feito empréstimos de livros, de acordo com a faixa etária dos alunos, além de apresentar histórias de forma lúdica, onde as crianças irão participar de maneira efetiva, descobrindo que a cada nova história, mais interessante vai se tornando o universo literário, pois para gostar de ler, para gostar de escrever é preciso que os alunos sejam expostos a situações de leitura. É preciso que ouçam alguém lendo e que leiam para que outros os ouçam e principalmente, façam uma leitura crítica do que estão lendo.

Para que as crianças desenvolvam suas capacidades criadoras, é preciso motivá-las. Mouly por exemplo, afirma que “geralmente se admite que a aprendizagem-pelo menos na situação usual-não pode ocorrer sem motivação, e que, além disso, a eficiência da aprendizagem está na propoção direta da motivação do indivíduo”. (1966, p.260)

Nesse sentido, espera-se resgatar o prazer em aprender por meio da literatura infantil, favorecendo todas as áreas do conhecimento de maneira motivadora para os alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental.

Objetivo geral

Despertar o interesse e o gosto pela leitura, ampliando assim o universo lingüístico da criança.

Objetivos específicos:

§ Familiarizar os alunos com os livros de histórias, despertando o prazer de ler;

§ Conduzir o aluno a realizar inferências;

§ Despertar no aluno a capacidade crítico-reflexiva e criativa;

§ Desenvolver a interdisciplinaridade nas habilidades propostas;

§ Estimular o poder criador do pensamento infantil;

§ Trabalhar com valores presentes em nossa sociedade tendo como base os textos dos livros literários;

§ Realizar as atividades com uso de diferentes materiais como: giz, argila, carvão, gesso, tintas, massinhas, colas entre outros;

§ Trabalhar com a música e a dança sempre relacionando com a história contada no dia;

§ Proporcionar situações de leitura compartilhada;

§ Fazer com que construam o hábito de ouvir e sentir prazer nas situações que envolvem a leitura de histórias;

§ Desenvolver no aluno a facilidade de se expressar em público; Desenvolver na criança valores e atitudes como a obediência, o respeito, o amor, a honestidade, a solidariedade, a bondade, perdão, entre outros, a partir das histórias da literatura infantil;

§ Desenvolver no aluno a pratica de inferir sobre um texto, bem como sua moral.

§ Reconhecer os autores de algumas Histórias infantis;

§ Utilizar a técnica de dramatizar e fazer recontos;

§ Enriquecer e ampliar o vocabulário;

§ Intervir, posicionar, julgar e modificar historinhas e contos;

§ Desenvolver o pensamento lógico e a rapidez de raciocínio;

§ Permitir a livre expressão;

§ Promover e estimular a linguagem oral;

§ Desenvolver atenção e coordenação motora fina e ampla;

§ Relacionar os números com a quantidade;

§ Desenvolver e estimular a expressão corporal;

Cuidar e valorizar os livros.

Metodologia

§ Pesquisar sobre a origem das histórias, via internet, através do laboratório de informática;

§ Deixar que os alunos tenham contato direto com os livros, folheando e apreciando suas páginas para que escolham um livro para ler;

§ Realizar empréstimos de livros de literatura por meio da sacola literária;

§ Sugerir aos alunos que relatem à história lida;

§ Selecionar algumas histórias para serem contadas de forma lúdica;

§ Identificar com os alunos as mensagens das histórias: ternura, humor, alegria, paz, amor;

§ Conversar com os alunos sobre as histórias contadas;

§ Contar as histórias com humor e com dramaticidade;

§ Pedir aos alunos produza um texto relatando como foi à aula;

§ Criar histórias em grupo;

§ Ler e dramatizar a história;

§ Promover jogos em grupos envolvendo as histórias;

§ Dividir a história em etapas para que os alunos a contem em estilo próprio;

§ Montar mural;

§ Explorar aspectos visuais como do livro: letras, cores, posição das palavras e outros;

§ Reprodução oral da história;

§ Explorar as histórias interdisciplinando com outras habilidades.

§ Reescrita das histórias para confecção de um livro de cada turma;

§ Estudo dos personagens para o desfile dos mesmos;

§ Exibição de filme (História a critérios dos professores);

§ Paródia de uma história envolvendo um tema social;

§ Criação de uma história envolvendo os personagens clássicos da literatura infantil;

§ Cantar e coreografar músicas infantis;

§ Acróstico com nomes de personagens clássicos da literatura infantil;

§ Encenação de histórias infantis com o uso de fantoches;

  • Baú de histórias, com vários livros para serem lidos, trocados, contados, desenhados, reescritos;
  • Baú da fantasia para que possam dramatizar a(s) história(s) contada(s);
  • Contar a vida do autor;
  • CULMINÂNCIA – As turmas de acordo com cada ano/série irão apresentar no pátio para as demais turmas do seu turno, algo referente ao trabalho desenvolvido em sala, no final do mês de setembro e durante o mês de outubro, período no qual será realizada uma exposição de livros e materiais diversos produzidos pelas turmas no decorrer do projeto.

Recursos

Humanos: Alunos e professores.

Materiais: Avental de TNT, computador, retalhos de pano, caixa de sapato, papel de presentes, papel pardo, brincos, saia, brinquedo CD, livros, revistas.


Avaliação

Através de debates sobre as obras para que os alunos reflitam sobre o quanto ampliam seus conhecimentos ao ler um livro. E também, pela participação durante todo o projeto, verificando o crescimento de cada um de acordo com sua capacidade e seu potencial, sempre incentivando a troca de vivências e a interação entre os educandos.

Referências Bibliográficas

MOULY, George. Psicologia educacional. São Paulo: Pioneira, 1996.

NÉRICI, Imídeo. Introdução à didática geral. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1968.

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura Infantil: Gostosuras e bobices. 5ª edição. São Paulo: Scipione, 2004.

As atividades do projeto de literatura começou com a exposição dos trabalhos relacionados ao tema com cada turma:


Os alunos dos quintos anos começaram as primeiras apresentações relacionados ao projeto de literatura com a música: Emília, a boneca gente, com a cantora Baby do Brasil: